no

O caso estranho da mãe que queria ver os peitinhos recém-nascidos da própr

Dessa vez a situação passou do limite. Não é possível que a própria mãe se sentiu atraída pela filha a ponto de chamá-la para o quarto. Não dá para acreditar que isso talvez tenha acontecido. Inacreditável.

Vamos esquecer a maldade dos nossos olhos, a malicia das nossas deduções acusatórias, e acreditar que tudo não passou de uma brincadeira para mãe e filha se divertirem nem que seja por alguns momentos juntas.

Nesses últimos dias mais e mais notícias revelam que mãe se apaixonou pelo filho ou pela filha e agora buscam na justiça o direito de se casarem e formarem uma família como marido e mulher para todo o sempre até que a morte os separe.

Aconteceu um caso semelhante a esse em uma pequena cidade da Austrália. Mãe e filho primogênito já estavam vivendo juntos há algum tempo até que decidiram impetrar uma ação na Suprema Corte do Estado da Austrália para poderem se casar como qualquer outro casal.

Quando se está doente e pesquisa no Google

Dessa vez não bactérias