no

Os exemplos mais extremos de diferenças entre machos e fêmeas na natureza

Você já se perguntou por que machos e fêmeas da mesma espécie podem às vezes parecer radicalmente diferentes um do outro? Tudo isso graças a uma condição conhecida como dimorfismo sexual, que geralmente é desencadeada pelo processo de seleção sexual através do acasalamento competitivo. O dimorfismo sexual pode se manifestar de muitas maneiras fascinantes – tamanho, coloração, comportamento e presença de características sexuais secundárias como penas da cauda, seios ou chifres.

Clima no início de Marte era intermitentemente quente

Godzilla vs Kong: os maiores e mais poderosos inimigos de Gojira