no

G7 e OMS alertam para o alto risco da variante 2021

África do Sul, também disparou alarmes da Organização Mundial da Saúde (OMS), que alertou nesta segunda-feira em documento técnico que o risco global da ômicron “é avaliado como muito alto” e demanda precauções extremas. A comunidade científica ainda não tem certeza de que essa versão do vírus seja mais transmissível e escape das vacinas, mas os primeiros indícios e as mais de 30 mutações detectadas nesta variante precipitaram uma reação em cadeia em meio mundo para impedir a expansão da ômicron: países da União Europeia, Estados Unidos, Israel e Marrocos, entre outros, fecharam suas fronteiras para voos do sul da África, embora o vírus já tenha penetrado em vários estados europeus.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários

5 Fotos onde você pode ver algo que não está lá

Procon notifica Casas Bahia por não cumprir preço 2021