no

Maus tratos são comuns entre residentes de cirurgia LGBTQ

Os residentes cirúrgicos dos EUA que se identificam como lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros ou outras identidades sexuais e de gênero (LGBTQ +) relataram taxas mais altas de maus-tratos em seus programas de treinamento em comparação com seus pares não LGBTQ +

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários

Tipo de role que eu prei

Por que formigas ingerem ácido da própria bunda?