no

Príons, as proteínas infectantes causadoras da vaca louca

“Príon” foi um termo usado pela primeira vez para descrever o misterioso agente infeccioso responsável por várias doenças neurodegenerativas encontradas em mamíferos, incluindo a doença de Creutzfeldt-Jakob (CJD) em humanos. A própria palavra deriva de “partícula infecciosa proteinácea”; refere-se à hipótese inicialmente de que o agente infeccioso causador dessas doenças consiste apenas de proteína, sem genoma do ácido nucleico. (Todos os patógenos conhecidos anteriormente, tais como bactérias e vírus, contêm ácidos nucléicos, que permitem a sua reprodução). A hipótese priônica explicou porque o misterioso agente infeccioso é resistente à radiação ultravioleta, que decompõe os ácidos nucléicos, mas é suscetível a substâncias que perturbam as proteínas.

Você sabia que algumas vacinas são produzidas em ovos?

As 2 histórias de cachorros incríveis